Pular para o conteúdo principal

Fim de semana na Barra Grande

No ultimo fim de semana viajei com minha noiva à Praia de Barra Grande no Piauí. Somos com amigos e amigos dos nossos amigos. Que, inevitavelmente, tornaram-se nossos amigos! No dia 27, sábado, saímos da Granja às 13 horas com destino ao Camocim onde nos encontramos com grupo. Espera um pouco! Falta alguém chegar? Houve um desencontro! Fulano está chegando! Após o atraso, ritual sagrado das viagens, seguimos viagem rumo à Praia de Barra Grande. A chegado foi acompanhada com o dormir do sol. O grupo ficou hospedado em três boas casas. Um do senhor Egilson e as demais dos seus familiares. O senhor Egilson foi o mentor e organizador do passeio turístico, quem mim oportunizou matar a curiosidade de conhecer a praia de Barra Grande.
Valeu companheiro Egilson!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Artigo sobre história do nosso Ceará

Leia o artigo do prof. Francisco Pinheiro, Secretário de Cultura do Ceará.
De Siará a Ceará
O Dia do Ceará, comemorado hoje celebra a autonomia política e econômica em relação a Pernambuco. Isto não significou um processo revolucionário de ruptura política, todavia representa um momento importante para a então capitania, pois a partir desse momento o Ceará pôde realizar comércio direto com a metrópole (Portugal) e tornou-se administrativamente independente, livre da ingerência de Pernambuco.
O Decreto régio de 13 de junho de 1621 dividiu a colônia portuguesa em dois estados: estado do Maranhão e Grão-Pará e estado do Brasil. O Ceará tornou-se subordinado ao primeiro, e em 1656 o Ceará ficou subordinado a Pernambuco. Apenas em 17 de janeiro de 1799, através de uma carta régia, a coroa portuguesa tornou a capitania do Siará (bem como a Paraíba) independente de Pernambuco, podendo comercializar com a metrópole. Apesar dessa determinação não romper com as regras do pacto colonial – onde exis…

A conquista de um sonho

Não poderia ter chegado sem a parceria do amigo Pedro Magalhães.

DICA: Jovens Falcões, livro de Eduardo Lyra

Recebi, hoje, na hora do almoço o livro Jovens Falcões, de Eduardo Lyra. É um nutritivo prato para as realizações dos sonhos, com histórias inspiradoras do empreendedorismo dos jovens brasileiros.

Está servid@!