Pular para o conteúdo principal

Menino Homem

Tu que és menino se fazendo homem
Tu que és homem se desfando menino
Se caires, levanta e sopra a poeira
segue a voz, marca a estrada romeira
com sonhos de paz
como homem que faz
das dores balas de prata
que sangrando o peito do mal.

Tu já não temes mais o escuro
A medida do muro
O alcance da lança
E quando a rede balança
Teu sonho alcança o mundo sem dor

E a brisa que vem traz as vozes
silenciosas das rosas
enlatadas no colorido dos algozes
que ceiam nos suor

E tu
Homem se desfazendo menino
Menino se fazendo homem
Pega o Cristo na estante
E vai sem medo, feroz
No desequilíbrio da balança
Nas terras sem bonança
E lança um mundo colorido de amor

autor: Lira Dutra, Granja, Ceará(CE), 05/04/2008

Comentários

  1. patricia mc quade5 de abril de 2008 16:57

    acompanhando a lira só podia encontrar poesia.
    gostei muito.
    vc visitou meu blog quase desativado.
    surpresa minha!
    gostei do jeito que vc trabalha a matéria palavra.
    eu ando meio sem força, sem graça com ela.
    vc me ajudou a repensar tb no que não escrevo.
    obrigada pela visita.
    abraço.
    patrícia

    ResponderExcluir
  2. nós precisamos da poesia. ELA NÃO É INÚTIL COMO MUITA GENTE PENSA POR NÃO TER VALOR MERCANTIL. ela nos liberta e dá sentido á vida . viva a poesia. viva a poesia e abaixo a pobreza espitual que nos cerca.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Solte o verbo, deixe seu comentário.
Obrigado!

Postagens mais visitadas deste blog

Artigo sobre história do nosso Ceará

Leia o artigo do prof. Francisco Pinheiro, Secretário de Cultura do Ceará.
De Siará a Ceará
O Dia do Ceará, comemorado hoje celebra a autonomia política e econômica em relação a Pernambuco. Isto não significou um processo revolucionário de ruptura política, todavia representa um momento importante para a então capitania, pois a partir desse momento o Ceará pôde realizar comércio direto com a metrópole (Portugal) e tornou-se administrativamente independente, livre da ingerência de Pernambuco.
O Decreto régio de 13 de junho de 1621 dividiu a colônia portuguesa em dois estados: estado do Maranhão e Grão-Pará e estado do Brasil. O Ceará tornou-se subordinado ao primeiro, e em 1656 o Ceará ficou subordinado a Pernambuco. Apenas em 17 de janeiro de 1799, através de uma carta régia, a coroa portuguesa tornou a capitania do Siará (bem como a Paraíba) independente de Pernambuco, podendo comercializar com a metrópole. Apesar dessa determinação não romper com as regras do pacto colonial – onde exis…

A conquista de um sonho

Não poderia ter chegado sem a parceria do amigo Pedro Magalhães.

Origem do carnaval e as escolas de samba

históriafonte: www.suapesquisa.com/carnaval

O carnaval é considerado uma das festas populares mais animadas e representativas do mundo. Tem sua origem no entrudo português, onde, no passado, as pessoas jogavam uma nas outras, água, ovos e farinha. O entrudo acontecia num período anterior a quaresma e, portanto, tinha um significado ligado à liberdade. Este sentido permanece até os dias de hoje no Carnaval.

O entrudo chegou ao Brasil por volta do século XVII e foi influenciado pelas festas carnavalescas que aconteciam na Europa. Em países como Itália e França, o carnaval ocorria em formas de desfiles urbanos, onde os carnavalescos usavam máscaras e fantasias. Personagens como a colombina, o pierrô e o Rei Momo também foram incorporados ao carnaval brasileiro, embora sejam de origem européia

A primeira escola de samba surgiu no Rio de Janeiro e chamava-se Deixa Falar. Foi criada pelo sambista carioca chamado Ismael Silva. Anos mais tarde a Deixa Falar transformou-se na escola de samba Es…