Pular para o conteúdo principal
 O próximo prefeito do município de Granja/CE, poderá administrar mais de R$ 41 milhões, de acordo com a Proposta Orçamentaria enviada para aprovação da Câmara Municipal de Vereadores. O Projeto de Lei 11/2008 que estima a receita e fixa a despesa do município para exercício financeiro 2009, elaborado pelo executivo, foi enviado para o Legislativo no mes de setembro. Como a Câmara Municipal estava de recesso, o projeto ainda não tinha sido apreciado, porém, ontem, 15 de novembro, foi aprovado na 8ª Sessão Ordinaria do 2º periodo Legislativo.

 Será que o povo granjense sabe disso? Se realmente queremos mudança precisamos ficar de olho arregalados nos vereadores, pois eles tem poder de fiscalizar, cassar ou deixarem o prefeito fazer a festa com o dinheiro publico. Não se faz mudança agredindo, berrando no meio da rua (só em último caso) ou idolatrando um e outro candidato a prefeito. Se faz mudança é exendo a cidadania, que muito mais amplo.

  •  Projeto de Lei nº 11/2008
          Art. 2º  - Fica estimado a receita total do Município de Granja em R$ 41.257.320,00 (Quarenta e um milhões, duzentos e cinqüenta e sete mil, trezentos e vinte reais).
....................................................................
            Art. 7º - Esta Lei entrará em vigor a partir de 01 de janeiro de 2009.

Deixo aqui o convite para nós granjenses nos informarmos e analisamos melhor tal projeto.
  
    

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Artigo sobre história do nosso Ceará

Leia o artigo do prof. Francisco Pinheiro, Secretário de Cultura do Ceará.
De Siará a Ceará
O Dia do Ceará, comemorado hoje celebra a autonomia política e econômica em relação a Pernambuco. Isto não significou um processo revolucionário de ruptura política, todavia representa um momento importante para a então capitania, pois a partir desse momento o Ceará pôde realizar comércio direto com a metrópole (Portugal) e tornou-se administrativamente independente, livre da ingerência de Pernambuco.
O Decreto régio de 13 de junho de 1621 dividiu a colônia portuguesa em dois estados: estado do Maranhão e Grão-Pará e estado do Brasil. O Ceará tornou-se subordinado ao primeiro, e em 1656 o Ceará ficou subordinado a Pernambuco. Apenas em 17 de janeiro de 1799, através de uma carta régia, a coroa portuguesa tornou a capitania do Siará (bem como a Paraíba) independente de Pernambuco, podendo comercializar com a metrópole. Apesar dessa determinação não romper com as regras do pacto colonial – onde exis…

A conquista de um sonho

Não poderia ter chegado sem a parceria do amigo Pedro Magalhães.

DICA: Jovens Falcões, livro de Eduardo Lyra

Recebi, hoje, na hora do almoço o livro Jovens Falcões, de Eduardo Lyra. É um nutritivo prato para as realizações dos sonhos, com histórias inspiradoras do empreendedorismo dos jovens brasileiros.

Está servid@!