Pular para o conteúdo principal

Acidente em Granja mata 6 pessoas

No fim de semana em Granja ( a 352 Km de Fortaleza) o tombamento de um caminhão na rodovia em construção que ligará Viçosa do Ceará à Granja matou seis e feriu três. O caminhão, cor branca, placa HVU-1143, transportava frutas e verduras para feira da cidade de Chaval e, junto com a carga, viajavam cerca de 17 pessoas. Numa curva já próximo à sede de Granja o motorista perdeu o controle do veículo causando o tombamento.

O acidente aconteceu por volta das 18h40 de sábado, 01 de novembro, na rodovia em construção que ligará Viçosa do Ceará à Granja. Seis pessoas morreram e outras três ficaram feridas. As seis vítimas morreram no local e os corpos foram encaminhados para o necrotério do Hospital e Maternidade Dr. Vicente Arruda, em seguida, levados para o IML de Sobral.

Vítimas

Entre as vítimas do desastre estavam mãe e filho. Cícera Paula Aristides, 37, mãe de oito filhos, viajava na companhia de dois deles: Danilo Alves, 18; e Antônio Mardônio, 20. Mardônio e sua mãe morreram. Danilo saiu sem nenhum ferimento.

Além de Cícera e de seu filho, morreram também no desastre outras quatro pessoas, todas moradoras da zona rural de Viçosa do Ceará, Lucineide Alves da Silva, 25; de Brejo Grande; Maria José Neres, 35, morava em Taboca; Josias Raimundo da Rocha, 55, da localidade de Araticum; e Valdomiro Marques de Oliveira, que residia na localidade de Barra.

fontes: http://verdesmares.globo.com e http://diariodonordeste.globo.com

Comentários

  1. A ELEIÇÃO de um candidato presidencial apoiado pelo PSDB E democratas seria um verdadeiro desastre para o brasil.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Solte o verbo, deixe seu comentário.
Obrigado!

Postagens mais visitadas deste blog

Artigo sobre história do nosso Ceará

Leia o artigo do prof. Francisco Pinheiro, Secretário de Cultura do Ceará.
De Siará a Ceará
O Dia do Ceará, comemorado hoje celebra a autonomia política e econômica em relação a Pernambuco. Isto não significou um processo revolucionário de ruptura política, todavia representa um momento importante para a então capitania, pois a partir desse momento o Ceará pôde realizar comércio direto com a metrópole (Portugal) e tornou-se administrativamente independente, livre da ingerência de Pernambuco.
O Decreto régio de 13 de junho de 1621 dividiu a colônia portuguesa em dois estados: estado do Maranhão e Grão-Pará e estado do Brasil. O Ceará tornou-se subordinado ao primeiro, e em 1656 o Ceará ficou subordinado a Pernambuco. Apenas em 17 de janeiro de 1799, através de uma carta régia, a coroa portuguesa tornou a capitania do Siará (bem como a Paraíba) independente de Pernambuco, podendo comercializar com a metrópole. Apesar dessa determinação não romper com as regras do pacto colonial – onde exis…

A conquista de um sonho

Não poderia ter chegado sem a parceria do amigo Pedro Magalhães.

DICA: Jovens Falcões, livro de Eduardo Lyra

Recebi, hoje, na hora do almoço o livro Jovens Falcões, de Eduardo Lyra. É um nutritivo prato para as realizações dos sonhos, com histórias inspiradoras do empreendedorismo dos jovens brasileiros.

Está servid@!