Pular para o conteúdo principal

E-book une imagens e poesia sobre Granja/Ce

cultura

por Lira Dutra
*imagem capa do e-book Casario de Granja

Ruth Torres, arquiteta, coordenadora do PDP (Plano Diretor Participativo) do município de Granja, Ceará, lançou o e-book Casario de Granja. O livro digital é "um presente para os apaixonados por Granja", declarou a autora em seu weblog.

Quem imagina encontrar no e-book uma leitura cansativa através de longos textos de linguagem acadêmica, que só os doutores entendem, vai dar com os burros n'água.A autora utiliza a linguagem fotográfica unida ao poema Granja dos Séculos do poeta e professor granjense Osvaldo Chaves e leva o/a leitor/a a uma viajem reflexiva sobre passado/presente, valorização e conservação do patrimônio histórico-cultural da cidade.

Ao folhear, digitalmente, as 72 páginas de Casario de Granja, o/a leitor/a, mesmo para os/as mais jovens, sentirá um misto de saudosismos e orgulho pela presença de tamanha beleza arquitetônica e valor histórico que representam os casarões da cidade.

O livro está disponível para leitura on line no endereço http://www.ruthtorres.com.br/casariosdegranja, dependendo da conexão, pode demorar um pouco para carregar a página. Porém, vale a pena, principalmente se você é um/a granjense apaixonado/a pela Granja dos Séculos.

Comentários

  1. Adorei o e-book...Dona Ruth sempre surpreendedo. O material ficou espetacular. Parabéns!

    ResponderExcluir
  2. Recentemente o jornal britanico The guardian,noticiou que os EUA torcem e agem pela derrota da candidata de lula, DILMA ROUSSEFF .ELES DISCORDAM da política externa soberana de Lula .

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Solte o verbo, deixe seu comentário.
Obrigado!

Postagens mais visitadas deste blog

Artigo sobre história do nosso Ceará

Leia o artigo do prof. Francisco Pinheiro, Secretário de Cultura do Ceará.
De Siará a Ceará
O Dia do Ceará, comemorado hoje celebra a autonomia política e econômica em relação a Pernambuco. Isto não significou um processo revolucionário de ruptura política, todavia representa um momento importante para a então capitania, pois a partir desse momento o Ceará pôde realizar comércio direto com a metrópole (Portugal) e tornou-se administrativamente independente, livre da ingerência de Pernambuco.
O Decreto régio de 13 de junho de 1621 dividiu a colônia portuguesa em dois estados: estado do Maranhão e Grão-Pará e estado do Brasil. O Ceará tornou-se subordinado ao primeiro, e em 1656 o Ceará ficou subordinado a Pernambuco. Apenas em 17 de janeiro de 1799, através de uma carta régia, a coroa portuguesa tornou a capitania do Siará (bem como a Paraíba) independente de Pernambuco, podendo comercializar com a metrópole. Apesar dessa determinação não romper com as regras do pacto colonial – onde exis…

A conquista de um sonho

Não poderia ter chegado sem a parceria do amigo Pedro Magalhães.

DICA: Jovens Falcões, livro de Eduardo Lyra

Recebi, hoje, na hora do almoço o livro Jovens Falcões, de Eduardo Lyra. É um nutritivo prato para as realizações dos sonhos, com histórias inspiradoras do empreendedorismo dos jovens brasileiros.

Está servid@!