Pular para o conteúdo principal

Páscoa e o coelinho de ovos doces


ovos de Páscoa

por: Lira Dutra

O Domingo de Páscoa, data que celebra a ressurreição de Jesus Cristo, está chegando e, não há dúvida, com o evento religioso vem o desejo pascoal de comer um delicioso ovo de chocolate recheado de... chocolate. Mas você sabe de onde vem a idéia de presentear as pessoas queridas com ovos? Não? Ficará sabendo agora!

O costume de presentear com ovos não é novo, vem da tradição pagã, chegou à Europa na era Cristã e dura até hoje para a alegria dos chocolatras e do comércio. Os ovos eram de galinha, ganso ou codornas e podia ser pintados com varios motivos. "Da Rússia à Grécia, os ortodoxos costumam pintar os ovos de vermelho. Já na Alemanha, a cor dominante é o verde" (wikipédia).

Já idéia de se lambuzar com ovos de chocolate no dia da Páscoa surgiu no século VXIII, na França. Assim como o coelho, o ovo simboliza a fertilidade, o nascimento de uma vida nova.

Para finalizar, uma Páscoa achocolatada recheada ações, sonhos e pessoas ferteis.

fontes de pesquisa:
http://www.suapesquisa.com/historia_da_pascoa.htm
http://pt.wikipedia.org/wiki/P%C3%A1scoa#Ovo_de_P.C3.A1scoa

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Artigo sobre história do nosso Ceará

Leia o artigo do prof. Francisco Pinheiro, Secretário de Cultura do Ceará.
De Siará a Ceará
O Dia do Ceará, comemorado hoje celebra a autonomia política e econômica em relação a Pernambuco. Isto não significou um processo revolucionário de ruptura política, todavia representa um momento importante para a então capitania, pois a partir desse momento o Ceará pôde realizar comércio direto com a metrópole (Portugal) e tornou-se administrativamente independente, livre da ingerência de Pernambuco.
O Decreto régio de 13 de junho de 1621 dividiu a colônia portuguesa em dois estados: estado do Maranhão e Grão-Pará e estado do Brasil. O Ceará tornou-se subordinado ao primeiro, e em 1656 o Ceará ficou subordinado a Pernambuco. Apenas em 17 de janeiro de 1799, através de uma carta régia, a coroa portuguesa tornou a capitania do Siará (bem como a Paraíba) independente de Pernambuco, podendo comercializar com a metrópole. Apesar dessa determinação não romper com as regras do pacto colonial – onde exis…

A conquista de um sonho

Não poderia ter chegado sem a parceria do amigo Pedro Magalhães.

DICA: Jovens Falcões, livro de Eduardo Lyra

Recebi, hoje, na hora do almoço o livro Jovens Falcões, de Eduardo Lyra. É um nutritivo prato para as realizações dos sonhos, com histórias inspiradoras do empreendedorismo dos jovens brasileiros.

Está servid@!