Pular para o conteúdo principal

VI Festival de Inverno da Meruoca tem data marcada

fonte: http://www.meruoca.ce.gov.br

O VI Festival de Inverno da Meruoca será realizado nos dias 11, 12 e 13 de junho e terá mudanças no formato com objetivo de dar maiores oportunidades aos artistas do município e da região Noroeste do Estado.

A data foi decidida ontem, 2 de abril de 2009, pelo prefeito Antônio Fonteles, em reunião com os membros da Secretaria de Cultura, Turismo, Esporte e Juventude.

O produtor do Festival é o cantor, compositor, poeta e músico Pingo de Fortaleza, que trabalhará para dar ao evento uma cara mais regional, com valorização das produções locais.

Comentários

  1. já tem alguma previsão das atrações?
    será que viria Cidadão Instigado?
    (fica a dica)

    abraço
    ^^;

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Solte o verbo, deixe seu comentário.
Obrigado!

Postagens mais visitadas deste blog

Artigo sobre história do nosso Ceará

Leia o artigo do prof. Francisco Pinheiro, Secretário de Cultura do Ceará.
De Siará a Ceará
O Dia do Ceará, comemorado hoje celebra a autonomia política e econômica em relação a Pernambuco. Isto não significou um processo revolucionário de ruptura política, todavia representa um momento importante para a então capitania, pois a partir desse momento o Ceará pôde realizar comércio direto com a metrópole (Portugal) e tornou-se administrativamente independente, livre da ingerência de Pernambuco.
O Decreto régio de 13 de junho de 1621 dividiu a colônia portuguesa em dois estados: estado do Maranhão e Grão-Pará e estado do Brasil. O Ceará tornou-se subordinado ao primeiro, e em 1656 o Ceará ficou subordinado a Pernambuco. Apenas em 17 de janeiro de 1799, através de uma carta régia, a coroa portuguesa tornou a capitania do Siará (bem como a Paraíba) independente de Pernambuco, podendo comercializar com a metrópole. Apesar dessa determinação não romper com as regras do pacto colonial – onde exis…

Maravilhosa aula de campo com eles e elas!

Ontem (20), realizei, junto ao professor Inácio Araújo, aula de campo com alunos do 9º ano da Escola Ensino Fundamental Dr. José Glauberton, projeto Geografando Granja.
Durante a aula os alunos puderam conhecer a Ponte de 20 metro na antiga ferrovia, a formação rochosa denominada Pedra da Baleia, área de salgado e maré, além de perceber o processo de ocupação do solo e a degradação ambiental ao longo das margens do rio Coreaú. Uma vivência maravilhosa com muita alegria, aprendizado e descontração que ficará na História de cada um. A Geografia nos permite conhecer nosso chão.

A conquista de um sonho

Não poderia ter chegado sem a parceria do amigo Pedro Magalhães.